Não jogue no lixo seu sucesso na dieta

Se você está começando sua transformação de hábitos alimentares para perder peso e melhorar sua saúde, um aviso: existem muitas distrações e ansiedades neste início que podem fazer você desistir. Saiba quais são e veja sugestões de como evitar.

Faça seus comentários e me conte se este texto foi útil.

 

Quer aprender sobre low carb com muita Comida de Verdade sem mistérios? O livro digital da Mariana Montezzana te conta como.
Ela perdeu 30 quilos adotando um estilo de vida low carb e está há mais de 4 anos mantendo o peso sob controle com essa estratégia alimentar. Clique aqui e veja como ela pode te ajudar   

desespero ao não conseguir resultados na dieta?O que pessoas que fazem dieta, investidores do mercado financeiro e clubes de futebol tem em comum?

Na grande maioria dos casos, acompanham os resultados com muita frequência, se decepcionam quando não enxergam resultados imediatos e mudam a estratégia com o pretexto de que não está funcionando.

Como não estão acostumadas a analisar resultados e não entendem a complexidade dos sistemas envolvidos, não conseguem explicar variações e atribuem ganhos ou perdas a motivos que não são relevantes.
Ficam confusas e tomam decisões aleatórias e possivelmente equivocadas.

Você já se enxergou nesta situação? Cuidado! Esses comportamentos podem fazer com que você nunca alcance seus objetivos na dieta.

Mas, o que pode ser feito então? Aguenta firme aí que vou sugerir algo legal e que pode aumentar suas chances de sucesso. Mas antes é importante você entender o raciocínio.

Vamos lá.

Nossa tomada de decisão nem sempre é racional

Nós humanos somos seres “racionais” mas que tomamos decisões baseadas em análises cheias de vieses e irracionalidades. Nosso processo de tomada de decisão está longe de ser perfeito. Isso está mais do que documentado por pesquisas.

Se reconhecermos estas falhas e vieses como fato, podemos nos “preparar” para tomarmos melhores decisões.

Análise de sistemas complexos (como o corpo humano) não é fácil. Ainda assim achamos que sabemos explicar tudo.

Em sistemas complexos, causa e efeito normalmente estão distantes no tempo e espaço
Em sistemas complexos, causa e efeito normalmente estão distantes no tempo e espaço

Você concorda que a primeira reação da maioria das pessoas ao ver um número (ou, mais precisamente, a variação dele), é de tentar explicá-lo? Por exemplo, outro dia um famoso apresentador de um telejornal falou em tom professoral que a bolsa de SP variou 0,1% por causa disso e daquilo.

Sério mesmo? Alguém consegue explicar uma variação tão pequena em um horizonte de tempo tão ínfimo em um assunto tão complexo como bolsa de valores? Claro que não.

São tantas variáveis atuando no resultado final ao mesmo tempo…consegue ver alguma semelhança com o corpo humano e a variação de seu peso?

Segue então o primeiro ponto para guardar. Você não consegue explicar variações pequenas de seu peso. “Ah, mas eu ganhei 300g de ontem pra hoje por causa da cenoura que comi” ou “estou feliz porque minha dieta está dando certo: emagreci 200g desde ontem” são frases sem sentido de alguém que está se enganando.

Por outro lado, se você perdeu vinte quilos em um ano, é mais provável que se aproxime da resposta correta.

A neurose de acompanhar diariamente resultados atrapalha

Cuidado com a neurose por números

Alguns sistemas exigem um acompanhamento segundo a segundo, como um avião em pleno voo, por exemplo.

Mas a maioria das coisas que são visíveis para nós no dia a dia não são assim. Nestes casos, medir resultados muito frequentemente não apenas é inútil como pode atrapalhar bastante.

Além do viés que já explicamos, entra em ação nossa ansiedade em ver melhoras no curto prazo. Se vemos piora, então, nos desesperamos e logo queremos mudar toda nossa estratégia, pois a atual “não está funcionando”.

Vejo isso todos os dias. Pessoas inteligentes soltando frases como “vou desistir pois perdi apenas 500g em uma semana fazendo low carb”. Dá pra sentir o quanto apressada é essa conclusão?

Nos comparamos apenas com casos de sucesso extremo

Esqueça daquele seu amigo que perdeu 10 kg em um mês. Primeiro porque para a maioria das pessoas não é assim. Segundo, porque cada organismo responde de forma diferente à mudanças na dieta.

O que fazer então? (tendo em mente esses defeitos do “software” humano)

1) defina sua estratégia (como vou fazer para perder peso de forma saudável?) e táticas (O que vou comer e o que vou deixar de comer? O que é saudável e o que não é? No almoço, onde vou comer?).

2) antes de começar a nova forma de se alimentar, é importante que você faça três coisas:

– por cinco dias seguidos, se pese e tire as medidas de barriga, quadril, braços, coxas e busto (este último se for mulher, claro),

– não deixe aquela sua balança de banheiro à vista e

– defina qual a próxima data de medição e análise de resultados (esta data deve ser pelo menos três semanas depois do início).

3) entre a data de início e de primeira medição de resultados, mantenha-se na linha que você definiu. Evite ao máximo sair dela. Se concentre em fazer o que você mesmo definiu que é o certo e esqueça a balança.

Se estiver sentindo efeitos colaterais, é importante entender que provavelmente são temporários (se não forem, procure ajuda especializada).

4) chegada a primeira data de medição, suba na balança e tire as mesmas medidas do dia 1. Faça isso por 5 dias seguidos e calcule a média das medidas. Calcule, então, a variação entre esta média e o valor inicial.

Antes de analisar estes primeiros resultados, você precisa ter em mente que o processo de perda de peso não é mágico nem existem milagres. Portanto, não espere perder em poucas semanas aquilo que você acumulou durante anos.

5) analise os resultados, respondendo as seguintes perguntas:

– em geral, estou me sentindo melhor que antes? Com mais energia e disposição?

– em que situações deixei de cumprir à risca àquilo que me comprometi a fazer? Existe algum padrão (do tipo, todo final de semana como macarronada na casa da mãe. Ou ainda não consegui tirar o pão do café da manhã)?

– o que tenho que fazer para que estas escapadas mais frequentes não aconteçam? Em quais situações preciso me preparar melhor (comer fora de casa, lugar para almoçar no meio de semana, deixar de comprar um determinado produto etc.)?

– preciso atualizar a lista de alimentos que decidi excluir do meu dia a dia? Ainda como muitos carboidratos ruins presentes em grãos?

As respostas à estas perguntas vão definir seu novo plano tático (a estratégia, comer Comida de Verdade low carb, continua a mesma).

Vá repetindo este processo até que ele esteja “gravado” na sua rotina. Você vai saber quando isso acontecer.

Concluindo…

Reconhecer que nosso processo de decisões é atrapalhado por falta de informação e distrações é um excelente primeiro passo para tomarmos decisões melhores.

Em termos de dieta, evite as distrações: fuja das neuras de resultados de curtíssimo prazo e esqueça as celebridades que dizem ter perdido peso em poucas semanas.

Seja consistente em sua estratégia. Isso pode fazer toda a diferença.

Print Friendly, PDF & Email

16 comentários em “Não jogue no lixo seu sucesso na dieta

  • 20 de julho de 2015 em 10:01 PM
    Permalink

    Perfeito, me caiu como uma luva!
    Vou imprimir e fixar na minha geladeira para reler todos os dias. Estava precisando ouvir isso. Obrigada!

    Resposta
    • 20 de julho de 2015 em 11:20 PM
      Permalink

      Que bom que te ajudou, Izabel! Se achar que vale a pena, compartilha com os amigos 🙂

      Resposta
  • 21 de julho de 2015 em 9:37 AM
    Permalink

    Muito bom o texto. Realmente eu precisava ouvir isso.
    Obrigada

    Resposta
    • 21 de julho de 2015 em 10:13 AM
      Permalink

      Legal que você gostou Elaine! Paciência com os resultados, mas sempre de olho pra ver se está fazendo o certo 🙂

      Resposta
  • 21 de julho de 2015 em 11:28 AM
    Permalink

    Este texto foi muito esclarecedor. Sou muito ansiosa e quero resultados para ontem, preciso aprender a ser paciente e seguir estas orientações. Obrigada

    Resposta
    • 21 de julho de 2015 em 11:48 AM
      Permalink

      Oi Magali!

      Como diria o ditado (?), “não se pode fazer um filho em um mês nem que você engravide nove mulheres ao mesmo tempo”.

      Força e conte com a gente. Paciência e foco são chaves.

      Resposta
  • 26 de agosto de 2015 em 8:21 AM
    Permalink

    Poxa to meio desmotivada , emagreci vinte kg com o novo estilo dê vida em 4 meses, me livre da intolerância a insulina,da gordura do fígado e quase alcansei meu peso ideal,já que ficaram faltando dez quilos, mesmo assim sai dê obesidade grau 2 para sobrepeso .mas vieram problemas pessoais ,financeiros e me desestruturei totalmente, to a um ano e seis meses e não consegui perder mais nada. Perdi o foco,faço por 15 dias e acabo caindo em tentação,mesmo fazendo academia tá difícil,mas sei que uma hora eu engreno novamente .sei que é eficaz, e que preciso muito … uma hora vai

    Resposta
  • 4 de setembro de 2015 em 10:34 PM
    Permalink

    excelente!!ei tudo q precisava obg!!!!

    Resposta
  • 8 de outubro de 2015 em 1:12 PM
    Permalink

    Nossa muito bom! E não podemos esquecer das receitinhas low carb que ajudam muito a variar o cardápio no dia a dia… Obrigada!

    Resposta
    • 8 de outubro de 2015 em 2:43 PM
      Permalink

      Conte com as nossas receitas que traduzimos diariamente 😉

      Resposta
  • 8 de outubro de 2015 em 1:13 PM
    Permalink

    Danilo, tenho o triste vício de me pesar todas as manhãs, assim que eu acordo. Fico nessa neura de querer ver os ponteiros baixarem. Realmente tenho emagrecido, mesmo com pouco tempo de low carb. Estou muito focada e não saí uma vez de linha. Nada mesmo. Mas preciso tirar essa neura da pesagem diária. Grata pelo post!

    Resposta
    • 8 de outubro de 2015 em 2:43 PM
      Permalink

      Força, paciência e foco! 😉

      Resposta
  • 9 de outubro de 2015 em 10:59 AM
    Permalink

    Como ainda me estou a organizar para começar com o meu filho, apesar de já estar a fazer alterações no dia a dia, este texto foi de facto uma mais valia, muito bom mesmo. Tudo os dias vou aprendendo mais um pouco. Obrigada

    Resposta
  • 9 de outubro de 2015 em 1:07 PM
    Permalink

    Ótimo texto ,excelente pois estou assim ansiosa por emagrecer ,mas já sinto a diferença em tudo , na disposição mais energia emagreci pouco mas creio que a longo prazo conseguirei,o que vale e a mudança no estilo de vida!!!!

    Resposta
  • 13 de outubro de 2015 em 10:04 AM
    Permalink

    Muito obriga por esse texto!!!

    Resposta
  • 19 de outubro de 2015 em 1:53 AM
    Permalink

    Muitíssimo bom texto não estou em dieta justamente pela pressa da perda de peso. To com dificuldade de filtrar os exessos de informações das várias dietas de que já segui, de todas a paleo é a melhor. O texto me ajudou a esclarecer algumas coisas .. Parabéns pelo texto

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *