Parei com o açúcar. O que aconteceu depois?

Há quase quatro anos, o Beto Bloise (meu professor de tênis) descobriu que existe vida sem açúcar. Neste post ele conta como a vida dele mudou depois que largou o vício e por que não comer açúcar vai muito além de emagrecer.

Se você está tentando o mesmo caminho, leia o post como uma inspiração.

Ele é tenista desde os 8 anos, passando por várias etapas no tênis até o profissional (chegou a ser rankeado na ATP) e depois chegou a número 5 do mundo de veteranos.

Hoje também joga e dá treinos de Beach Tennis e é autor do blog Beach Tennis Online.

Fala aí, Beto!

“Desde 23 de Dezembro de 2013 não uso açúcar refinado. No começo foi muito difícil, mas agora estou adorando os benefícios (que são muitos).

Não sei quantas vezes tive que explicar às pessoas que não como açúcar refinado e não tomo refrigerantes e sucos de caixinha (cheios de açúcar também). Muito poucos entenderam minha decisão!

Você já passou por isso também?

Pra muita gente ainda não caiu a ficha

Mesmo no meu meio, cheio de esportistas, consumir produtos carregados de açúcar é comum. Não só nos momentos de lazer, como também depois de praticar esportes (as famosas “bebidas esportivas”).

As pessoas pensam que podem tomar à vontade, já que queimam calorias no esporte. Eu descobri por experiência própria que não é bem assim.

Não consumir com frequência esses alimentos tem a ver com minha saúde e não só com engordar (eu por exemplo sempre fui magrelo). Dá pra ser magro e doente…

Infelizmente são poucos os que entendem desta forma.

Fora que tem gente que não sabe quanto cada um destes produtos (doces, refrigerantes, sucos de caixinha e afins) tem de açúcar! Acham que só consomem açúcar quando adoçam o café ou suco…

Por outro lado, vejo uma onda de conscientização bacana sobre como a vida pode ser melhor sem açúcar! Ainda tem bastante chão, mas precisamos mesmo é começar.

Benefícios pra vida toda

Mesmo com todo o ambiente conspirando contra, mantive esse hábito saudável desde aquele dia. Acho que foi uma das melhores decisões que tomei na vida.

Pensando rápido, dá pra fazer uma lista das coisas que melhoraram na minha vida:

  1. Raramente tenho cáries e gasto menos com dentista.
  2. Não tenho mais aquela ansiedade para comer doces. Como quando tenho fome. Quando bate uma vontade de comer algo mais doce, como uma fruta ou algo com um pouquinho de mel (bem ocasional).
  3. Mesmo tendo sido atleta a vida inteira, pude sentir maior disposição no dia a dia e pra minha profissão.
  4. Bebo água de filtro e não gasto grana com sucos de caixinha e refrigerantes.
  5. As crianças agradecem: nas festinhas já não devoro os brigadeiros e docinhos da mesa 😉
  6. Curto muito mais o real sabor dos alimentos (antes o que sentia era o doce apenas).
  7. Minha relação com a comida ficou muito mais saudável. Não sou escravo dos alimentos (muito menos dos doces).
  8. Como menos alimentos industrializados, minha alimentação ficou muito mais natural.

O mais importante é limitar o acesso

Eu sou muito disciplinado e consigo seguir as decisões que tomo. Mas nem todo mundo é assim.

Acho que o que funciona pra maioria das pessoas (pra mim funcionou também) é limitar muito o acesso aos produtos que decidi não comer mais.

O primeiro passo (fundamental, acho que sem ele ninguém consegue) é não ter açúcar nem alimentos açucarados em casa.

Parece radical? Eu não acho. Todos nós temos fraquezas e naquele momento de angústia, tristeza ou ansiedade vamos matar o primeiro bolo de chocolate que vermos na frente.

Não é assim que acontece?

Em pouco tempo você já vai estar acostumado a substituir estes produtos por alimentos de verdade.

Concluindo

Se você não está totalmente convencido de que sua vida pode mudar ou de que vai conseguir, se dê uma chance. Tente por um tempo.

Se não der certo, paciência.

Se der, provavelmente vai ser algo pra levar pra vida toda.

Não vale a pena?

Quer aprender sobre low carb com muita Comida de Verdade sem mistérios? O livro digital da Mariana Montezzana te conta como.
Ela perdeu 30 quilos adotando um estilo de vida low carb e está há mais de 4 anos mantendo o peso sob controle com essa estratégia alimentar. Clique aqui e veja como ela pode te ajudar   

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *